Pedometro o que e e como usar para emagrecer

Você já ouviu falar do pedômetro? É um pequeno dispositivo portátil que conta seus passos o dia todo. O objetivo é encorajá-lo a se levantar da cadeira e dar alguns passos, seja uma caminhada ou até mesmo uma corrida. Não parece muito, mas com o tempo torna-se uma ótima estratégia para superar o sedentarismo e até ajuda a emagrecer.

É o que afirma um estudo realizado na Universidade de Indiana, nos Estados Unidos. Durante a pesquisa, eles descobriram que, após 12 semanas com o pedômetro, os participantes estavam muito mais ativos fisicamente e mais magros. Isso mesmo: cada um perdeu em média 1,5 kg.

“A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que é necessário dar pelo menos 10 mil passos por dia para sair do sedentarismo”, diz o professor de educação física Givanildo Matias.

Além disso, o aparelho é relativamente barato - os preços começam em torno de 15 reais. Existem também aplicativos móveis gratuitos hoje em dia que funcionam como um pedômetro. Basta fazer o download e começar a usar.

E então: convencido a usar esse aliado na busca por uma vida mais ativa, com mais saúde e qualidade de vida? Veja como usar o dispositivo:

O pedômetro será útil para você?

Muitas pessoas se beneficiam com o uso do pedômetro - e não apenas aqueles que estão começando a guerra contra um estilo de vida sedentário. Na verdade, ele tem outros usos. “Além de contar o número de passadas durante o dia, em uma corrida ou em outras atividades físicas, o pedômetro também é usado para estimar o nível de atividade física de uma pessoa”, explica o educador físico Givanildo Matias, treinador equipe e diretor da Test Trainer Network. Você também pode estimar a quantidade de calorias gastas durante a atividade física, pois alguns pedômetros fazem essa medição.

Como conectar o pedômetro

Givanildo Matias explica que os pedômetros possuem um sensor interno que conta as etapas desequilibradas que resultam das etapas. Portanto, é bom prendê-lo nos quadris para que os movimentos das pernas sejam mais facilmente reconhecidos. O instrutor de educação física Raul Santo, médico especialista em fisiologia do exercício, diz que esses aparelhos têm uma presilha que cabe no cós das calças ou saias. Apenas desligue e vá embora.

Avalie a eficiência do pedômetro

O teste é muito simples, mas indispensável: fixe o pedômetro da maneira recomendada e dê alguns passos, uns 100 passos é uma boa quantidade. Lembre-se de não tocar no pedômetro enquanto caminha. Conte os passos e, ao final, veja se o resultado do pedômetro é igual à sua contagem.

Duração do dia em que deve ser usado

Se o seu objetivo é usar o pedômetro para combater o sedentarismo, deve colocá-lo imediatamente ao acordar e retirá-lo apenas para tomar banho e dormir. Mesmo que você fique sentado por muito tempo, mantenha-o preso ao corpo. Use o dispositivo por pelo menos um mês para detectar seu nível de atividade física. “Nesse caso, a informação mais válida é a média de todos os dias e não apenas de um único dia”, diz Givanildo Matias.

Se o objetivo é melhorar o desempenho na corrida, é interessante usar o dispositivo apenas durante a corrida ou treinamento. “Essas informações são muito úteis para tentar melhorar a eficiência do treinamento, pois permitem ao praticante comparar o número de promoções de diferentes exames”, explica Givanildo. “Se esse número diminuir, significa que o corredor teve uma melhoria na biomecânica de movimento e economia de energia”.

Avaliação do nível de atividade física com o pedômetro

“A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que você dê pelo menos 10 mil passos por dia para sair do sedentarismo”, diz o professor de ginástica Givanildo.

Entre 5.000 e 10.000 passos, a pessoa é considerada sedentária de médio risco e menos de 5.000 passos por dia é considerada sedentária de alto risco. Para jovens e crianças, o número ideal sobe para 12,5 mil e, para idosos, cai para 8,5 mil passos por dia.

Para se ter uma ideia, esse intervalo de 10.000 passos representa algo em torno de sete a nove quilômetros por dia. Mas para atingir essa marca vale tudo: desde a realização de exercícios convencionais, como caminhar no parque ou na esteira, ou estar atento aos seus próprios movimentos do dia-a-dia, como trocar o elevador pelas escadas e fazer mais atividades de caminhada em vez de usar o carro ou transporte público. Só não se esqueça de que quanto mais você ficar parado, mais o pedômetro ficará parado.

Progredindo no exercício

Conforme você usa o pedômetro, maior a vontade de praticar exercícios. Não se limite a caminhadas que fazem parte da sua rotina, como ir à padaria a pé. O objetivo é progredir e reservar um tempo do dia para caminhar ou correr. De agora em diante, o céu é o limite.

Descubra as atividades de que você gosta e torne-as parte do seu dia a dia. E lembre-se: como caminhar e correr são atividades aeróbicas, é importante incluir alguns exercícios para fortalecer os músculos, como musculação ou pilates, bem como exercícios de alongamento, em sua rotina de trabalho.

Como calcular a distância percorrida

  • Meça o seu passo: coloque a fita no chão e dê um passo normal. A medida vai do calcanhar do pé (costas) até o dedo do pé (frente)
  • Multiplique sua medida de passada pelo número de passos que o pedômetro marcou. Lembre-se de converter a medição em quilômetros. Um exemplo: se você caminhou 10.000 passos durante o dia e sua passada é de 70 centímetros (0,7m), isso significa que você caminhou sete quilômetros durante o dia!
  • Comentários (5)

    • Maude L Kavaco
      Maude L Kavaco

      GOSTEI MUITO DO PRODUTO

    • obdúlia m. goedert
      obdúlia m. goedert

      Entrega super rápida

    • Neusa M Hoeller
      Neusa M Hoeller

      Comprei no mês passado e estou muito satisfeita...

    • Liberdade Kons
      Liberdade Kons

      PRODUTO DE BOA QUALIDADE.

    • kyara morgado
      kyara morgado

      No dia a dia

    Deixe o seu comentário

    Ótimo! Agradecemos você por dedicar parte do seu tempo para nos deixar um comentário.